HISTÓRIA DO BIRIBOL

Biribol

Jogar vôlei já é uma delícia, agora imagina só jogar vôlei e tomar banho de piscina ao mesmo tempo! Pois o biribol é exatamente isso: uma partida de vôlei dentro da piscina! Esse esporte refrescante nasceu em uma cidade muito quente do Noroeste de São Paulo, chamada Birigüi! O idealizador do biribol foi o professor Dario Miguel de Oliveira, que criou esse esporte na década de 1960. De lá para cá, o biribol se espalhou por um monte de estados e hoje existe até um campeonato brasileiro. Segundo o regulamento da Liga nacional de Biribol a piscina oficial é de "fiberglass" nas medidas de 8,00 x 4,00 x 1,30m, medidas internas, e são fabricadas por empresas autorizadas e ou licenciadas a produzir e comercializar piscinas com a marca "BIRIBOL".

A mesma Liga define as regras do jogo oficial. No momento de efetuar-se o saque, os atletas das equipes devem estar em seus respectivos lados da piscina, formando cada uma delas 2 linhas de 2 atletas. Os dois atletas que se encontram ao longo da rede são os do ataque, os outros dois são da defesa. O rodízio é feito da direita para a esquerda, as posições 1 e 4 da defesa e 2 e 3 do ataque. As partidas serão decididas em 3 ou 2 "setes" vencedores. A bola pode ser tocada pelo atleta com qualquer parte do corpo, inclusive os pés e tocando na bola ou sendo por ela tocado, considerar-se-á um toque de bola. E permitido ao atleta fazer apoio nas bordas da piscina, com um dos braços, para efetuar lance de defesa, mesmo sendo o último toque. O apoio mencionado não deverá significar mais impulso para melhorar um ataque (cortada).

Quando a bola tocar nas bordas internas (quina) da piscina ou no cabo de aço/nylon que sustenta a rede será considerada em jogo mesmo que toque mais de uma vez. No BIRIBOL não existe invasão por cima da rede, pois qualquer jogador do ataque pode tocar a bola por cima da rede e do lado contrário, desde que o faça sem tocar na rede. Até mesmo antes do ataque adversário esse toque é permitido. Um "sete" é ganho pela equipe que obtém no mínimo 12 pontos, com vantagem de 02 (dois) pontos sobre o adversário, e até no máximo de 15 (quinze) pontos, mesmo que haja empate em 14 (quatorze) pontos. A exceção fica para o "sete" decisivo (negra), quando se observado o mínimo de 1 2 (doze) pontos, com vantagem de 02 (dois) pontos sobre o adversário, e não haverá limite.

 

Fonte: inventabrasilnet.t5.com.br

Biribol

Biribol é um esporte aquático, que nasceu da necessidade de estímulo e motivação nas piscinas. Surge como forma inteligente de se usar as piscinas
para a prática e aprendizado da natação.

É a mais nova modalidade esportiva do Brasil, e o único esporte genuinamente brasileiro, nascido e criado dentro das nossas fronteiras e praticado dentro de uma piscina especial de 4,00 x 8,00 x 1,30 m (profundidade) com rede, bola e postes de sustentação.

É um esporte educativo e recreativo, sendo praticado com quatro (4) jogadores de cada lado. Divide-se em partidas de três (3) ou cinco (5) "setes" de doze (12) pontos cada um. Suas regras são semelhantes às do voleibol, porém, com suas próprias características. É muito fácil de ser jogado, e não é necessário que a pessoa que vai jogar saiba nadar, pois os jogadores ficam em pé dentro da água com os braços levantados. No início, o jogador sente que a água prende muito, mas a medida que vai jogando, aprende a usar a água para dar mais impulso ao salto, adquirindo grande flexibilidade.

No BIRIBOL, você usa todos os músculos do corpo, adquirindo um grande desenvolvimento físico. Faz os mesmos exercícios de um jogador de futebol,
vôlei, bola ao cesto ou de um nadador, com a vantagem de não cansar demasiadamente e não correr o risco de se machucar.

O BIRIBOL é um esporte eclético porque atende a todos os tipos de pessoas, não alijando ninguém. É versátil e acessível às pessoas, chegando a exercer,
além dos efeitos físicos, também os efeitos psíquicos sobre aqueles que participam do jogo.

O BIRIBOL tem contribuido não apenas para a melhoria da saúde do corpo, mas principalmente para a saúde da mente. Esta comprovado na prática, ter um efeito tranquilizador, pois diminui a ansiedade e aumenta a resistência ao trabalho.

O BIRIBOL pode ser praticado por ambos os sexos, por jovens, por pessoas mais idosas sem nenhum limite de idade, com qualquer peso. Propicia ótimas condições de exercícios aos deficientes físicos, para as pessoas que são enfartadas, aos portadores de artrose ou traumatismo dos mais variados
tipos, aquelas que possuem problema de coluna, bronquite, asma, etc.

O BIRIBOL é um excelente ativador da circulação sangüínea, levando o indivíduo ao ritmo de 120 pulsações por minuto, o que dá um alargamento dos vasos sangüíneos. Ajuda a baixar o nível de colesterol, diminui a sensação de cansaço e faz baixar a pressão sangüínea, que por conseguinte diminui os riscos nos ataques cardíacos. Provoca a diminuição de peso, ajudando a queimar calorias, fazendo com que os alimentos passem mais depressa através do conduto intestinal, e ainda auxilia a diminuir a fome.

O BIRIBOL provoca por intermédio da água um grande massagearnento muscular, isto porque mantém o corpo o mais leve possível dentro da piscina.
Uma das coisas mais importantes no BIRIBOL, é que ele não permite que cada pessoa se exercite com maior intensidade física do que o seu próprio coração pode suportar. A água funciona como elemento de retenção a movimentos físicos mais excessivos, isto é, cada um vai fazer o exercício que seu organismo se permite, sem o exagero prejudicial.

Um corpo acostumado a se movimentar é muito mais saudável e melhor preparado para conviver com os momentos inevitáveis que o "Stress" provoca.
O BIRIBOL, oferece interessante prática de esporte sem ser necessariamente um esporte competitivo, com a preocupação de boa performance por parte dos que jogam. É, isto sim, uma fabulosa recreação física de lazer.

O BIRIBOL pode contribuir enormemente no sentido de promover o hábito de um estilo de vida mais ativo para a população.

Algumas características próprias do BIRIBOL, oferecem vantagens ao praticante, como por exemplo:

-a posição parcialmente submersa na água, promove menor sobrecarga articular diminuindo o risco de lesão;

-a dissipação do calor corporal é maior de que em
terra(termocondutibilidade), o que aumenta a capacidade de suportar trabalho muscular por mais tempo;

-a resistência da água bem como a pressão exercida na superfície corporal aumenta o aporte sanguíneo no coração(retorno venoso);

-alteração da freqüência cardíaca durante a prática sem tanto esforço físico;

-menor estresse fisiológico e maior sensação de conforto;

-dados recentes(freqüência cardíaca e demanda energética) coletados durante o jogo de BIRIBOL (competição), parecem demonstrar um esforço
cardiovascular moderado, e gasto de energia significante.

Esses características, sugerem, que o BIRIBOL associado com outras formas de exercício físico, pode contribuir para a melhoria da função cardiovascular, auxiliar nos programas de exercícios físicos voltados a manutenção e redução do peso corporal, melhora a capacidade funcional e qualidade de vida dos indivíduos, como um agente promotor de saúde.

Fonte: bemstar.globo.com

Biribol

Sol, calor, suor, água, movimento. Tudo isso fez um professor de Educação Física revolucionar o uso das piscinas. Em 1968, na cidade de Birigui-SP, o professor Dario Miguel Pedro inventou o único esporte genuinamente brasileiro, nascido e criado dentro das nossas fronteiras e praticado dentro de uma piscina especial de 4 m x 8 m, com 1,30m de profundidade.

Batizado de Biribol, o novo esporte começou como recreação, sendo praticado com quatro jogadores de cada lado. As regras são semelhantes às do voleibol, porém, com suas próprias características. É muito fácil de ser jogado e não é necessário que o praticante saiba nadar, pois os jogadores ficam em pé dentro da água com os braços levantados.

Além de não precisar saber nadar, o biribol é responsável por inúmeros benefícios ao corpo humano. Nesta modalidade, você usa todos os músculos do corpo, fazendo os mesmos exercícios de um jogador de futebol, vôlei, basquete ou de um nadador, com a vantagem de não cansar demasiadamente e não correr o risco de se machucar.

"A chance de se machucar é pequena. O esporte praticado dentro da água não tem impacto e isso diminui a incidência de lesões, que são comuns até em quem pratica a caminhada. O biribol também é uma modalidade aeróbica, na qual em uma hora o praticante perde 600 calorias", disse o professor Adílson Doretto, responsável pela equipe de São José dos Campos.

Se é bom para a saúde do corpo, é ainda melhor para a saúde da mente. Segundo especialistas, está comprovado que o biribol tem um efeito tranquilizador, pois diminui a ansiedade. "Em uma partida o jogador sai cansado, mas relaxado. Além disso, é divertivo de se praticar", disse Doretto.

Sem limite de idade, sexo ou peso, o biribol também é um esporte democrático. "Nesta modalidade não se faz distinção entre gordinhos e magrinhos. Como é praticado na piscina, a água vai oferecer a resistência de acordo com a capacidade física do praticante", ensinou Doretto.

Praticado com rede, bola e postes de sustentação, o biribol é também uma forma inteligente de se usar as piscinas para a prática e aprendizado da natação.

Nesses 35 anos de prática, o biribol foi ganhando novos adeptos e, hoje, além de fazer parte dos Jogos Regionais e Abertos, também tem sua Liga Nacional, na qual o time de São José dos Campos fez sua estréia este ano.

Fonte: jornal.valeparaibano.com.br

Biribol

O Biribol nasceu em Birigui-SP, inventado pelo Prof. Dario Miguel Pedro, seu idealizador e divulgador. Biribol é um esporte aquático, que nasceu do estímulo e motivação nas piscinas. Surgiu como forma inteligente de se usar as piscinas, a prática e aprendizagem da natação.

É a mais nova modalidade esportiva do Brasil, "é o único esporte genuinamente brasileiro, nascido e criado dentro de nossas fronteiras".

É praticado dentro de uma piscina especial de 4m x 8m x 1,30 (profundidade) com rede (a 2,62 metros de altura), bola e postes de sustentação. Duas equipes de quatro pessoas. No Biribol, você usa todos os músculos do corpo, adquirindo um grande condicionamento físico. o nome correto do idealizador é Dário Miguel de Oliveria. Ou seja o biribol é um vôlei aquático

Fonte: pt.wikipedia.org

© 2010 Todos os direitos reservados.

Site gratuito Webnode